Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Distribuidora de resinas lança Unidade de Soluções Circulares

5 de agosto de 2021
Compartilhe nas Redes Sociais

A Piramidal, empresa que atua há mais de 35 anos no mercado de distribuição de resinas, lançou neste mês sua Unidade de Soluções Circulares, que atuará focada em oferecer alternativas sustentáveis para clientes e desenvolver projetos relacionados à economia circular. “Além de um amplo portfólio de resinas sustentáveis, estamos preparados para oferecer serviços customizados para nossos clientes, como projetos de logística reversa e de design sustentável de produtos” explica o responsável pelo negócio de Soluções Circulares da empresa, Fábio Koutchin. A Revista Plástico Sul conversou com o executivo para entender melhor como funcionará a estrutura, bem como objetivos e valores da Piramidal no que tange sustentabilidade na cadeia produtiva do plástico.

Plástico Sul - A Piramidal inaugura uma unidade de Soluções Circulares. Como funcionará na prática?

Fábio Koutchin - Trata-se de uma unidade de negócios dedicada a produtos e serviços sustentáveis, utilizando toda estrutura e sinergia com os demais negócios da Piramidal, mas com uma atuação focada em oferecer soluções completas para nossos clientes e desenvolver projetos relacionados à Economia Circular.

PS - Quais ações e produtos serão oferecidos e os principais diferenciais para os clientes da empresa?

Koutchin - Contamos com uma ampla linha de resinas sustentáveis, que inclui biopolímeros como o PE Verde da Braskem, produtos com conteúdo reciclado de nossos parceiros petroquímicos, além da linha Eccoar, que consiste num portfólio diversificado de produtos reciclados que atendem os requisitos Piramidal de qualidade e excelência.

Além de um amplo portfólio de resinas sustentáveis, estamos preparados para oferecer serviços customizados para nossos clientes, como projetos de logística reversa e de design sustentável de produtos.

PS - Quais os objetivos principais da desta expansão?

Koutchin - Acreditamos que a Economia Circular é uma tendência que vem alterando os padrões de produção e consumo, e que exige uma adaptação do mercado de transformação do plástico. A Piramidal que ser agente dessa mudança e oferecer o que há de mais atual para seus clientes nesse contexto, com produtos e serviços de qualidade e em condições competitivas para o pequeno e médio transformador.

PS - Qual a importância em ter uma área específica para ações voltadas à sustentabilidade?

Koutchin - A sustentabilidade sempre esteve presente no dia a dia da empresa como um de nossos valores, mas a Piramidal busca estar sempre alinhada às melhores e mais modernas práticas de gestão presentes no mercado e por isso estamos desenvolvendo um projeto robusto de ESG, com maior enfoque em nossos processos internos, para dar maior visibilidade e estruturação a essas ações.

Paralelamente, entendemos que os atuais movimentos relacionados à sustentabilidade e a economia circular têm impacto na dinâmica de nosso setor e nos negócios de nossos clientes, por isso a unidade de Soluções Circulares nasce como uma área de negócios, para apoiar nossos clientes e promover essa mudança em toda a cadeia do plástico.    

PS - Para a Piramidal qual é o conceito de economia circular?

Koutchin - Na Economia Circular, o crescimento econômico deve estar em equilíbrio com a conservação do meio ambiente. É um conceito aparentemente simples, mas que exige uma profunda revisão na forma de utilização dos recursos naturais e todo o sistema de produção, faz com que todos nós como cidadãos repensemos o que e como iremos consumir, e põe luz na necessidade do descarte e tratamento adequado de qualquer resíduo gerado, de forma que ele seja reintegrado à natureza ou retorne ao sistema como um novo insumo, num ciclo contínuo.

PS - Como incentivar a circularidade em um mercado ainda tão linear?

Koutchin - Primeiramente, como estamos falando de uma mudança de modelo econômico, é necessário que haja uma coordenação entre o setor empresarial, governos e sociedade civil. Felizmente, isso já vem ocorrendo em maior ou menor escala em todo o mundo, inclusive no Brasil, e podemos facilmente perceber isso pelo grande número de fóruns que vem sendo criados para discutir especificamente Economia Circular.

Também é papel da indústria estimular a demanda, pelo desenvolvimento e oferta de produtos circulares ao mercado. Neste contexto, empresas de pequeno e médio porte, por terem um modelo decisório tipicamente mais ágil, podem assumir um papel de protagonismo. Desta forma, ao garantir acesso às melhores resinas sustentáveis e apoiar o desenvolvimento de novas soluções circulares também para esse perfil de empresas, a Piramidal está contribuindo diretamente para a expansão da Economia Circular.

PS – Cite três motivos para acreditar em um futuro circular:

Koutchin – 1º- O aumento da consciência ambiental e da oferta de alternativas mais sustentáveis fará com que o consumidor demande este tipo de produto; 2º - Esse movimento estimula investimentos em infraestrutura, inovação e tecnologia para desenvolvimento de soluções circulares cada vez mais competitivas e 3º - Finalmente, existe a possibilidade real de elevação dos custos de produtos e processos lineares, motivada por uma eventual escassez de recursos não-renováveis ou por algum modelo de precificação dos impactos ambientais gerados.

Por essa razão, como a nossa própria campanha de lançamento diz, acreditamos que “quando é bom para o meio ambiente, é ótimo para seu negócio”.

Assine a nossa Newsletter:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Criação de sites: Conectado
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram